terça-feira, 29 de agosto de 2006

Corinne Bailey Rae

Que a cena R & B possui gran- des vozes femininas é indiscutível. Não dá pra negar o talento de uma Mariah Carey ou de uma Beyonce. São vocais afinadíssimos, arranjos muito bem elaborados e uma infra-estrutura milionária de produção. Os videoclipes possuem imagens cuja qualidade nos hipnotizam...

Por outro lado, e infelizmente, as letras são vergonhosas, apresentando com freqüência os mesmos temas batidos e chavões: exaltação ao consumismo, machismo e um erotismo vulgarizado. A fórmula se repete exaustivamente, a ponto de ter virado um modelo padrão, que quase ninguém arrisca não seguir – vide o último clipe da shakira, que se transformou numa sósia da Mariah tanto na aparência quanto nos gestos...

É neste momento que temos a felicidade de dar as boas vindas a uma nova cantora negra, que chega para nadar na contra mão da corrente: a inglesa Corinne Bailey Rae. O primeiro CD de
Corinne, que leva o mesmo nome da cantora de 26 anos, já lhe rendeu ouro nos EUA e platina na Europa. Possui arranjos diferenciados, com instrumentos acústicos como violão, o que projeta ao CD uma atmosfera diferenciada. Espera-se de Corinne a mesma postura e atitude adotados por Macy Gray, Lauryn Hill e Jill Scott. A influência do soul de Erykah Badu é perceptível, embora se admita que algo em Corinne lembra a cantora Billie Holiday, conforme release em seu site.

A videoclipe da musica “Put Your Records On” é de uma delicadesa que agride e ao mesmo tempo destoa dos outros videoclipes do gênero, provando que é possível falar de temas românticos de uma forma mais saudável. Em seu videoclipe, Corinne passea de bicicleta, enquanto nos demais videoclipes do tradicional R & B “as outras” rebolam freneticamente… A musica de Corinne está entre as mais tocadas, mostrando que não é uma obrigação se expor a um padrão de exploração que a indústria e o mercado musical se habituaram a exigir para obter sucesso. Resta a nós (o público) saber aplicar melhor os nossos critérios de seleção em meio a guerra das “cachorras” e “popozudas”.

Dica: bom para ouvir a dois!

Site nacional:
www.emi.com.br/corinne

Site gringo:
www.corinnebaileyrae.net

7 comentários:

DJ Paulão disse...

ei Adriano, foi vc que fez essa matéria? tá muito fino, véio! se o nível é esse, tá na hora de rolar um jornalzinho pra deixar fluir a qualidade pra fora do blog...
quanto a qualidade do RAP gringo, é muito bem produzido, mas não tem o engajamento e as mensagens que rolam aqui no Br.Foi assim com o punk, e é assim com o RAP;só que a medida que o RAP nacional chega perto da grana, muda a idéia...quanto a isso eu acho o que acho da rádio MUDA:pode ir até no Faustão, mas pra dizer as mesmas coisas que fala na periferia, sem pagar pau.
Força e continue no trampo, mano! tamo aí pro que precisar, certo?

wesley disse...

eai parceros fmz...toh aki pra dexa meu abraço pra vcs fmz...o blog di vcs tah mto loko memo fmz...aki eh o truta du gustavoo, lembra du show di rap, q foi o gustavo mais 3 truta dele, eu soh o mais gordinhu deles...tava di vermelho naquele dia tah ligado...flow pru seis ae...at+

Anônimo disse...

So pra comprementar....
Ae na boa nem so muito de visita blog pq geralmente só tem bobera...
+ até q enfim encontrei um ki tem cultura !!
num c cresce muito naum viu + fico loko seu blog..
Abraço primo e fica na Paz
Jam

Anônimo disse...

bem loko o blog em mano
ai eu velo vcs ai tipo o pessoal do rap o by boy erval a cibele lembro do forun do hip hop muito loko pena q mal aproveitado por muitos
mais tive um aproveitamento fiz ums conttos com ums graffiteiros de campinas rio claro bem loko falou ai até mais

upea votorantim graffiti

Anônimo disse...

ae tio 100comentarios ta demais e tem muita informação importante assim que os blogs deveriao ser mais a maioria é totalmente banal aq mas curti muito ooooooooo e os som no my space cade cade em demoro salve

Anônimo disse...

adriano vou ver um esquema pra ti vc nao quer colaborar com mateias pro nosso site de street pois tem uma parte que é dedicada ao hip hop
jords mc

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu